Inédito | Cientistas conseguem manipular microbioma das plantas para aumentar proteção das plantas contra bactériasBlog

Pela primeira vez, os investigadores da Universidade de Southampton conseguiram manipular o microbioma das plantas para melhorar a saúde das culturas, aumentando a presença de bactérias boas nas plantas. Os resultados do estudo, publicado na revista Nature Communications, poderão reduzir a necessidade e a dependência de pesticidas que são normalmente prejudiciais para o ambiente.

Os microbiomas do intestino humano influenciam o sistema imunitário, que luta contra os organismos causadores de doenças. Nas plantas, microbiomas como bactérias, fungos, vírus e outros microorganismos presentes nas raízes, caules e folhas afectam a vulnerabilidade das plantas a várias doenças.

A equipa de investigação descobriu que a sobreexpressão de um gene específico encontrado no cluster de biossíntese de lignina da planta de arroz aumentava as bactérias benéficas no microbioma da planta. Os resultados mostraram que as plantas modificadas são mais resistentes à praga bacteriana nas culturas de arroz, uma causa comum de perdas de rendimento nos países asiáticos.

“Pela primeira vez, conseguimos alterar a composição do microbioma de uma planta de uma forma direcionada, aumentando o número de bactérias benéficas que podem proteger a planta de outras bactérias nocivas”, afirmou Tomislav Cernava, coautor do artigo e Professor Associado da Universidade de Southampton. Atualmente, os investigadores estão a explorar a presença de outros micróbios benéficos para melhorar ainda mais a saúde das plantas. Leia o artigo da Universidade de Southampton

[gtranslate]