Clipping
CiB reage às estratégias da CE: Medidas colocam em risco a produção e a competitividade agrícola da UE

CiB reage às estratégias da CE: Medidas colocam em risco a produção e a competitividade agrícola da UE

A Comissão Europeia (CE) apresentou, na semana passada, a “Estratégia Do Prado ao Prato” (Farm to Fork ou F2F) e a “Estratégia para a Biodiversidade 2030” (EU Biodiversity Strategy for 2030). Em linhas gerais, na “Estratégia Do Prado ao Prato”, a CE pretende tornar mais sustentável toda a cadeia alimentar nos países da União Europeia, através de ações que permitam “reduzir a pegada ambiental e climática do Setor Agroalimentar da UE e reforçar a sua resiliência, protegendo a saúde dos consumidores e garantindo os meios de subsistência dos agentes económicos”.

OPINIÃO: Estratégias da UE colocam em risco produção e competitividade agrícola

OPINIÃO: Estratégias da UE colocam em risco produção e competitividade agrícola

A Comissão Europeia (CE) apresentou a “Estratégia Do Prado ao Prato” (Farm to Fork ou F2F) e a “Estratégia para a Biodiversidade 2030” (EU Biodiversity Strategy for 2030). Em linhas gerais, na “Estratégia Do Prado ao Prato”, a CE pretende tornar mais sustentável toda a cadeia alimentar nos países da União Europeia, através de acções que permitam «reduzir a pegada ambiental e climática do Sector Agroalimentar da UE e reforçar a sua resiliência, protegendo a saúde dos consumidores e garantindo os meios de subsistência dos agentes económicos».

Medidas colocam em risco a produção e a competitividade agrícola da UE

Medidas colocam em risco a produção e a competitividade agrícola da UE

Em comunicado de imprensa, o Centro de Informação de Biotecnologia, Portugal (CiB Portugal) reage às estratégias Do Prado ao Prato e Biodiversidade 2030. O documento, assinado por Gabriela Cruz, produtora e associada do CiB, e Jaime Piçarra, Presidente da Mesa da Assembleia Geral do CiB, tece algumas críticas às direções implementadas pela Comissão Europeia.

CiB: Estratégias Do Prado ao Prato e Biodiversidade 2030 “colocam em risco a produção e a competitividade agrícola da UE”

CiB: Estratégias Do Prado ao Prato e Biodiversidade 2030 “colocam em risco a produção e a competitividade agrícola da UE”

Os responsáveis pelo CiB – Centro de Informação de Biotecnologia garantem que as estratégias Do Prado ao Prato e Biodiversidade 2030 “colocam em risco a produção e a competitividade agrícola da UE”. E perguntam: “é exequível para os produtores nacionais implementarem todas as medidas propostas?”. “”Sem rodeios, a resposta é Não”.

CiB reage às estratégias “Do Prado ao Prato” e “Biodiversidade 2030”

CiB reage às estratégias “Do Prado ao Prato” e “Biodiversidade 2030”

A Comissão Europeia (CE) apresentou, na semana passada, a “Estratégia Do Prado ao Prato” (Farm to Fork ou F2F) e a “Estratégia para a Biodiversidade 2030” (EU Biodiversity Strategy for 2030). Em linhas gerais, na “Estratégia Do Prado ao Prato”, a CE pretende tornar mais sustentável toda a cadeia alimentar nos países da União Europeia, através de ações que permitam “reduzir a pegada ambiental e climática do Setor Agroalimentar da UE e reforçar a sua resiliência, protegendo a saúde dos consumidores e garantindo os meios de subsistência dos agentes económicos”.

CiB questiona estratégias “Do Prado ao Prato” e “Biodiversidade 2030”

CiB questiona estratégias “Do Prado ao Prato” e “Biodiversidade 2030”

O CiB – Centro de Informação de Biotecnologia anunciou, através de comunicado, que espera que a visão da comissão europeia seja “levada à prática e que as decisões políticas sejam consentâneas com o uso seguro e com o conhecimento científico atual dos produtos da biotecnologia, assegurando a preocupação de dar aos agricultores a liberdade de escolher as tecnologias que melhor se adequarão à sua exploração”.

Biólogo critica conteúdo lecionado na telescola em carta aberta ao Governo

Biólogo critica conteúdo lecionado na telescola em carta aberta ao Governo

Pedro Fevereiro, presidente do Centro de Informação de Biotecnologia (CiB) e antigo bastonário da Ordem dos Biólogos, escreveu uma carta aberta ao Governo, alertando para informações falsas transmitidas na aula de Ciências Naturais dos 7.º e 8.º anos na RTP Memória.

Biólogo escreve carta aberta ao governo contra conteúdo lecionado na telescola

Biólogo escreve carta aberta ao governo contra conteúdo lecionado na telescola

O presidente do Centro de Informação de Biotecnologia (CiB) e antigo bastonário da Ordem dos Biólogos escreveu uma carta aberta, alertando para a falsidade de uma informação veiculada na aula de Ciências Naturais dos 7.º e 8.º anos na RTP Memória, sobre exploração agropecuária.

Arquivo

pt Português
en Englishpt Portuguêses Español