OGM | EFSA conclui que o milho geneticamente modificado MON 95379 é seguroBlog

O Painel para os Organismos Geneticamente Modificados da Autoridade Europeia de Segurança Alimentar (EFSA) publicou o seu parecer científico sobre a segurança do milho geneticamente modificado MON 95379. A EFSA concluiu que o milho geneticamente modificado protegido contra insetos é seguro.

A avaliação foi realizada para a importação, transformação e utilização de alimentos para consumo humano e animal na União Europeia. Não inclui o cultivo, uma vez que este não foi abrangido pelo pedido.

A EFSA relata que os dados de caracterização molecular e as análises bioinformáticas não identificam questões que exijam uma avaliação de segurança dos alimentos/rações e que nenhuma das diferenças identificadas nas características agronómicas/fenotípicas e composicionais testadas entre o milho MON 95379 e o seu equivalente convencional necessita de uma avaliação mais aprofundada. O Painel para os OGM não identificou preocupações de segurança no que respeita à toxicidade e alergenicidade das proteínas Cry1B.868 e Cry1Da_7 expressas no milho MON 95379 e não encontrou provas de que a modificação genética afete a sua segurança global.

No contexto desta solicitação, os alimentos para consumo humano e animal do milho MON 95379 não representam uma preocupação nutricional em seres humanos ou animais. O Painel para os GMO conclui que o milho MON 95379 é tão seguro como o equivalente convencional e as variedades de referência de milho não GM testadas. Por conseguinte, não é considerada necessária qualquer monitorização pós-comercialização de tais alimentos para consumo humano ou animal. No caso de libertação acidental de grãos de milho MON 95379 para o ambiente, não surgiriam preocupações de segurança ambiental.

Mais informações no Jornal da EFSA.

pt Português
en Englishpt Portuguêses Español