EFSA | Milho GM é tão seguro quanto as variedades convencionaisBlog
Créditos da imagem: Sigmund / Unsplash

Após uma análise rigorosa de vários parâmetros de segurança, os especialistas da Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos emitiram parecer favorável a quatro eventos de milho GM. O seu uso na alimentação e em rações não oferece mais riscos do que o milho convencional.

O Painel sobre Organismos Geneticamente Modificados (OGM) da EFSA – Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos emitiu o seu parecer científico sobre os eventos de milho geneticamente modificados 1507 × MIR162 × MON810 × NK603 e suas subcombinações. O parecer da EFSA foi divulgado a 13 de janeiro e é positivo, tendo sido dado no âmbito de uma avaliação para a importação, processamento e utilização na alimentação humana e animal dentro da União Europeia (mas não o seu cultivo).

Antes da análise dos eventos combinados, os especialistas em segurança alimentar procederam a uma avaliação de cada um e de seis das subcombinações, independentemente da sua origem, e não identificaram problemas de segurança. Ou seja, não verificaram nenhum novo dado que poderia alterar as conclusões originais sobre a sua segurança.

O Painel OGM conclui também que esta combinação de eventos de milho geneticamente modificado é tão segura na alimentação humana e animal quanto as variedades convencionais e de referência não transgénicas testadas. Os especialistas fizeram uma caracterização molecular, uma análise comparativa das características agronómicas, fenotípicas e composicionais e uma avaliação toxicológica, de alergenicidade e nutricional.  

De recordar que a emissão deste parecer resultou de um pedido da Pioneer (EFSA ‐ GMO ‐ NL ‐ 2015‐127, ao abrigo do Regulamento (CE) n.º 1829/2003) ao Painel de OGM da EFSA.

Mais informação no EFSA Journal

pt Português
en Englishpt Portuguêses Español