“A um passo” das culturas agrícolas apomicticasBlog

“A um passo” das culturas agrícolas apomicticas

11 Junho 2009 – ISAAA

A agricultura de elevada produtividade, utilizada actualmente, tem como base a utilização de plantas híbridas com as características desejadas para apresentarem elevados rendimentos. Contudo, as sementes produzidas por plantas híbridas dão origem a plantas que não têm as mesmas características dos seus pais e que por isso não apresentam a mesma produtividade elevada).

As sementes produzidas por apomixia (ou seja, por reprodução assexuada ou sem fecundação) são clones da planta mãe e por isso retêm as suas características. A apomixia ocorre naturalmente em mais de 400 espécies de plantas, mas é rara nas culturas importantes como o arroz, o trigo e o milho.

Em todo o mundo, grupos de investigadores têm tentado utilizar a apomixia como ferramenta para criar plantas híbridas. Recentemente, investigadores de grupos de duas instituições francesas e uma austríaca conseguiram grandes avanços no desenvolvimento de culturas apomicticas através da interrupção do processo de meiose das células. A meiose é um meio de divisão de células que produz os gâmetas feminino e masculino. Utilizando a combinação de três mutações genéticas na planta modelo Arabidopsis, a equipa de investigadores criou o genótipo denominado “MiMe” cujo processo de meiose é completamente substituído pelo processo de mitose, ou seja, um processo de divisão assexuada. Contudo, conseguir a apomixia é ainda uma tarefa distante, estando provisto que serão necessários ainda 15 anos até à sua chegada ao mercado.

Este trabalho de investigação foi publicado na revista científica PLoS ONE (Artigo e Resumo). Uma referência ao trabalho pode ser consultado na secção de notícias da revista científica Nature.

LER MAIS

pt Português
en Englishpt Portuguêses Español