Portuguese English French German Italian Russian Spanish

DGAV 99x70 logotipo

OGM na Direcção Geral
de Alimentação
e Veterinária
em Portugal 

ESCLARECIMENTO - Estudo de Séralini que sugere toxicidade de milho transgénico não é credível

 


ESCLARECIMENTO

Estudo de Séralini que sugere toxicidade de milho transgénico
não é credível


Novembro 2012 - PRRI e CiB Portugal

 

Questão: O artigo de Séralini e colaboradores Long term toxicity of a Roundup herbicide and a Roundup-tolerant genetically modified maize (publicado na revista “Food and Chemical Toxicology” em Setembro de 2012) fornece informações que levantem preocupações para a saúde relativamente ao consumo de milho geneticamente modificado?

Continuar...

Centena de investigadores debateu floresta transgénica em encontro internacional

 

English version

 

COMUNICADO

25 anos de investigação científica

Centena de investigadores debateu floresta transgénica em encontro internacional


logo-2nd-forest-genomics-meeting


O II Encontro de Genómica Florestal, realizado em 26 de Novembro de 2012, no ITQB-UNL – Instituto de Tecnologia Química e Biológica, em Oeiras, reuniu 100 investigadores de diferentes países europeus e do Brasil. O objectivo foi promover a discussão sobre o estado da arte do uso da engenharia genética no melhoramento de árvores florestais das regiões temperadas e tropicais, após 25 anos de investigação científica.

Jorge Paiva, investigador do IICT – Instituto de Investigação Científica e Tropical, impulsionador e dinamizador deste encontro destaca que “a interacção entre os participantes foi muito importante para fortalecer a colaboração entre instituições académicas e empresariais, nacionais e internacionais no âmbito do tema das florestas transgénicas”.

 

 

 

Continuar...

26 Novembro 2012 - 2º Encontro Internacional de Genómica de Florestas


2º Encontro Internacional de Genómica de Florestas


2nd Forest Genomics Meeting: Transgenic Forest Trees: time to harvest?

 

26 Novembro 2012 - Oeiras, Portugal

 

A segunda edição do encontro internacional "Forest Genomics Meeting" será realizada em Oeiras, Portugal, no dia 26 de Novembro de 2012. Este evento é uma oportunidade para discutir o estado da arte da floresta com utilização de árvores geneticamente modificadas, incluindo os progressos já conseguidos durante os últimos 25 anos de investigação nesta área da biotecnologia, a análise de questões relacionadas com biossegurança (campos de ensaio e regulamentação) e a percepção pública e aceitação das árvores geneticamente modificadas.

 

Continuar...

4 Dezembro, Lisboa - Biossegurança e OGM - Palestra e Debate





Palestra e Debate 

A importância do ambiente regulatório
para a adoção da biotecnologia moderna:
o exemplo Brasileiro

4 Dezembro 2012 - 15h

FLAD - Fundação para o Desenvolvimento Luso-Americano, Lisboa


Entrada Livre - Inscrição Obrigatória
(Enviar Nome e Contacto para o e-mail - This e-mail address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.


PROGRAMA

15.00 – Recepção

15h15 - Palestra “A importância do ambiente regulatório para a adoção da biotecnologia moderna: o exemplo Brasileiro” e Apresentação de Livro “Guia para a Avaliação do Risco Ambiental de Organismos Geneticamente Modificados” – Professor e Investigador Paulo Paes de Andrade

16.15 – Pausa para Café

16h45 – Painel de Comentadores com moderação por Sofia Frazoa (jornalista)

Comentadores:

Fátima Quedas (professora e investigadora de genética e melhoramento de plantas)

Vítor Faustino (sociólogo e investigador)

José Maria Falcão (agricultor)

17.30 – Debate alargado ao público com moderação por Sofia Frazoa (jornalista)

18.45 – Conclusão


Continuar...

Seis Academias Nacionais Francesas comentam publicação sobre toxicidade dos OGM

 

Seis Academias Nacionais Francesas
de Agricultura, Medicina, Farmácia, Ciência, Tecnologia e Veterinária

divulgam comunicado sobre publicação de Séralini et al. relativa à toxicidade dos OGM


 Outubro, 2012

 

As Academias Nacionais de Agricultura, Medicina, Farmácia, Ciência, Tecnologia e Veterinária tomaram consciência, ao mesmo tempo que o público em geral, do artigo da equipa de Gilles-Eric Seralini recentemente aceite para publicação na revista Food and Chemical Toxicology, onde se relata um resultado tóxico e carcinogénico significativo, em ratos, resultante do consumo de milho geneticamente modificado (GM) NK 603, ou da exposição a doses baixas do herbicida Roundup, ao qual o milho GM NK 603 é resistente.

 

As seis academias acreditam que, devido às muitas deficiências na metodologia e interpretação dos dados apresentados neste artigo, não é possível impugnar outros estudos que concluíram anteriormente pela segurança sanitária do milho GM NK603 e de uma maneira geral das plantas geneticamente modificadas, cujo consumo por animais ou seres humanos esteja autorizado.

 

Resumindo a análise apresentada em maior detalhe pelas Academias (http://www.academie-sciences.fr/activite/rapport/avis1012.pdf), verifica-se que, neste trabalho, a concepção do plano experimental é insuficiente, em muitos aspectos, os métodos tradicionais de estatística não foram utilizados relativamente à ocorrência tumores, a escolha dos animais utilizados para esta experiência é questionável, e, finalmente, elementos quantitativos essenciais para a interpretação dos resultados não foram tidos em conta.



Continuar...

rabiscos logo banner web2017

Visitas com Ciência e Exposições Rabiscos no ITQB

Arte e Ciência | Comunicação em Reportagens Desenhadas
para celebrar o Fascínio das Plantas e o Dia Aberto do ITQB