Portuguese English French German Italian Russian Spanish

DGAV 99x70 logotipo

OGM na Direcção Geral
de Alimentação
e Veterinária
em Portugal 
(só abre com Chrome)

Concurso - Plantas transgénicas no dia-a-dia

CONCURSO

Plantas transgénicas no dia-a-dia

10º ao 12º Ano | Envio até 30 de Abril de 2009

cib-concursoplantastrangenicasnodiaadiablog

No ano em que se comemora o 25º aniversário da comprovação da transformação genética de plantas, o CiB – Centro de Informação de Biotecnologia está a promover o concurso “Plantas Transgénicas no Dia-a-Dia” destinado aos alunos do Ensino Secundário ou equivalente, durante o ano lectivo 2008/2009.

Continuar...

França não tinha razão científica para proibir milho transgénico autorizado

COMUNICADO

França não tinha razão científica
para proibir milho transgénico autorizado

3 de Novembro de 2008

 

A Autoridade Europeia de Segurança Alimentar (EFSA) emitiu recentemente uma opinião  sobre a ordem de suspensão do cultivo de variedades de milho transgénicas contendo o evento MON810 em França, bem como sobre a medida de salvaguarda invocada por este país ao abrigo do artigo 23 da directiva 2001/18/EC.

Segundo Pedro Fevereiro, presidente do CiB – Centro de Informação de Biotecnologia, “é admirável que tenha sido possível a proibição de variedades consideradas seguras em todo o mundo e que apresentam claras vantagens para os agricultores, o ambiente e a qualidade dos produtos obtidos com estas variedades, quando utilizadas em zonas de incidência da broca do milho. Para o presidente do CiB “torna-se claro que a decisão tomada por França em Fevereiro deste ano não teve senão um cariz político, claramente contraditório com o conhecimento científico e com os interesses dos agricultores e dos consumidores”. Note-se que, apesar desta proibição, o cultivo de milho transgénico aumentou 21% em 2008, só na União Europeia.

Continuar...

Milho transgénico em Monforte: Primeiro exigem estudos e depois contestam-nos

COMUNICADO

Milho transgénico em Monforte
Primeiro exigem estudos e depois contestam-nos

12 de Julho de 2008 


Os grupos de activistas anti-transgénicos exigem mais e mais investigação sobre a utilização agrícola de culturas transgénicas, produzidas recorrendo a técnicas de engenharia genética, mas depois contestam os ensaios de campo que têm como objectivo o estudo da sua aplicação prática, demonstrando uma atitude contraditória e inaceitável.

O CiB – Centro de Informação de Biotecnologia vem desta forma declarar a sua incompreensão perante a manifestação, realizada hoje, contra os ensaios de campo com milho transgénico GA21, em Monforte, e esclarecer alguns aspectos da utilização desta cultura geneticamente modificada na agricultura.

Continuar...

II Workshop para Jornalistas e Comunicadores de Ciência - Biotecnologia e Sociedade: Células staminais e Saúde Humana

COMUNICADO

II Workshop para Jornalistas e Comunicadores de Ciência
Biotecnologia e Sociedade: Células Estaminais e Saúde Humana

 17 de Abril de 2008

Cartaz-Workshop-JornalistasCelEstaminais2


No passado dia 17 de Abril de 2008, o CiB – Centro de Informação de Biotecnologia organizou, em Oeiras, o II Workshop “Biotecnologia e Sociedade” para jornalistas, estudantes de jornalismo e comunicadores de ciência, desta vez dedicado ao tema “Células Estaminais e Saúde Humanas”.

Continuar...

Carta Aberta - A opinião de Clara Pinto Correia sobre os transgénicos

Carta Aberta

À Direcção da Antena 1 – RDP

A opinião de Clara Pinto Correia sobre os transgénicos

3 de Março de 2008

cib-microfone-2

Na edição de 12 de Fevereiro de 2008 do Programa “A1 Ciência”, emitido pela Antena 1 da RDP, Clara Pinto Correia teceu uma série de considerações acerca das plantas transgénicas que convém esclarecer.

Clara Pinto Correia diz que “têm-se vindo a criar estirpes de plantas transgénicas que são extremamente abrasivas para o solo”. A afirmação não só é falsa como é desprovida de qualquer fundamento técnicocientífico. Não existem plantas (transgénicas ou não) “abrasivas” para o solo. O que existem são práticas agrícolas que permitem (ou não) preservar os solos da erosão que estas (práticas agrícolas) provocam.

Significativamente a adopção das variedades transgénicas de soja e milho resistentes aos herbicidas têm vindo a potenciar a adopção de práticas que evitam a erosão dos solos, como a não mobilização do solo e a sementeira directa. Estas práticas evitam a perda anual de milhões de toneladas de solo arável.

Continuar...

rabiscos logo banner web2017

Exposições Online Rabiscos no ITQB

Comunicação de Ciência em Reportagens Desenhada
para celebrar o Fascínio das Plantas e o Dia Aberto do ITQB